Novidades

Todas as novidades caóticas do RadioCaos

Em 1981 Jorge Mautner lançou o LP Bomba de Estrelas pela gravadora Warner e a produção do Liminha. 15 anos depois, em 1996 o Beijo AA Força lançou seu LP Sem Suingue, com a produção de Antonio Saraiva, um dos melhores e mais inovadores discos já feitos no Paraná. O  "Sem Suingue" está disponível inteirinho e de forma legal no www.stereotoaster.com.br . A faixa que você pode pegar através do link aqui em baixo é um mix destas duas versões de Negros Blues, feita pelo Radiocaos. Baixar: mautner + BAAF - Negros Blues.mp3 ...

Letra de Música é Poesia? publicado no: http://www.cronopios.com.br/site/default.asp Por Tavinho Paes O amor é um grande laço um passo para uma armadilha um lobo correndo em círculos para alimentar a matilha comparo a sua chegada com a fuga de uma ilha: tanto engorda quanto mata feito desgosto de filha Djavan Essa controversa conversa é antiga e tem um mofo tão espesso e viscoso em sua superfície que fica difícil tentar investigar sua carne. Digamos que esta seja uma questão em que a Academia (e suas áreas de interesse restritos) colocou em cena por pura idiossincrasia; se perdoarmos a cretinice que nela sossobra. A Poesia Parnasiana do início do século passado, que podemos considerar uma das mais acadêmicas de que se tem conhecimento, embora inclua em suas análises teleológicas as palavras cultas e as rimas ditas ricas como índices de pureza formal, sempre teve por interface operacional uma métrica rígida e fonossilábica, que concedia qualidades rítmicas indiscutíveis ao poema relatado. No caso da Poesia Cantada, a mesma métrica é imposta pelas particularidades do metrônomo musical e afetada pelos apelos harmônicos das melodias. Tornar apócrifos e dignos de restrições, poemas que chegam às mídias radiodifundidas embaladas por canções é um contrasenso pernicioso que contraria a própria essência da Poesia, incluindo entre seus discutíveis prolegômenos um preconceito tão nocivo quanto o racismo. Seria simpático dizer que nas canções do Chico ou do Vinícius o que está sendo cantado não seriam poemas? Seria lógico afirmar que Cartola não escreveu poemas, mesmo percebendo que em as rosas não falam...

Os Três Mal-Amados fala de Joaquim (trechos) O amor comeu meu nome, minha identidade, meu retrato. O amor comeu minha certidão de idade, minha genealogia, meu endereço. O amor comeu meus cartões da visita. O amor veio e comeu todos os papéis onde eu escrevera meu nome. (...

Totalidade - Karl Marx Já não posso ocupar-me tranqüilamente Do que se apodera fortemente da minha alma Já não posso permanecer em paz E lanço-me ao trabalho. Tudo quisera conquistar, Todos os favores dos deuses E possuir o saber Abraçar toda a arte   Ousadia - Karl Marx É por isso que preciso de tudo ousar Sem nunca ter descanso Não fiquemos calados Sem nos querermos realizar Não nos submetamos Silenciosos e crédulos Ao jugo humilhante Pois que nos restam o desejo e a paixão Pois que nos resta a ação.   é...

Estas fotos foram sacadas nos 3 últimos Radiocaos ao vivo, na Grande Garagem que Grava, em Curitiba. fotos: Big Rodrigão Solda! Rodrigão Fernandinho S.N.P "Eles Mesmos" Monica Berger Monica Berger Marilda Confortin Ivan Justen Santana Ivan Justen Santana Ivan Justen Santana Ivan Justen Santana Giovanni Caruso Marilda Confortin Rogério Skylab Rodrigão   Fernandinho S.N.P "Eles Mesmos" Ivan Justen Santana Monica Berger Marilda Confortin Giovanni Caruso Ivan Justen Santana Rogério Skylab Fernandinho S.N.P. "Eles Mesmos" Irineu Almeidossauro Nogueira Edson de Vulcanis Edilson Del Grossi Leprevost Edilson Del Grossi Ivan Justen Santana Ivan Justen Santana Roberto Prado Rodrigão Roberto Prado Leprevost Leprevost Solda! Solda! Edilson Del Grossi  ...

Rogério Skylab veio a Curitiba e fez um grande show. Um dia Antes ele participou do Radiocaos ao vivo, na GGG. As fotos abaixo são do show, feitas por Rodrigo Juste Duarte para o Site Mondo Bacana, do Penta Campeão Abonico Smith. ...

O artista gráfico poeta e cartunista Solda mantém um dos blogs mais bacanas  do Brasil, olha lá : http://cartunistasolda.blogspot.com/     Ele fez uma série de traquinagens  sensacionais sobre este programa, ...

nojo de rato   senhor policial, não falo com estranhos seu guarda, não tenho intimidade com homem dr. delegado, não lhe dei esta liberdade meritíssima senhora juíza, desculpe, mas tenho compromisso inadiável senhor carcereiro, não tem açúcar no meu café   édson de vulcanis & edilson del grossi...

Serão 3 apresentações ao vivo ( 27/11, 4/12 e 11/12 ) onde vamos experimentar misturar o Radiocaos com vídeos que editamos/mixamos/produzimos. Será na Grande Garagem que Grava, em Curitiba, com a Curadoria de Margit Leisner e a Participação de diversos grandes artistas curitibanos de todas as partes do mundo. ...

Esta é para quem achava o rato roer a roupa do rei de Roma o máximo.       Paulo Pedro Pereira Pinto, pequeno pintor Português, pintava portas, paredes, portais. Porém, pediu para parar porque preferiu pintar Panfletos. Partindo para Piracicaba, pintou prateleiras para poder progredir. Posteriormente, partiu para Pirapora. Pernoitando, prosseguiu para Paranavaí, pois pretendia praticar pinturas para pessoas pobres. Porém, pouco praticou, porque Padre Pedro pediu para pintar panelas, porém posteriormente pintou pratos para poder pagar promessas. Pálido, porém personalizado, preferiu partir para Portugal para pedir permissão para papai para permanecer praticando pinturas, preferindo, portanto, Paris. Partindo para Paris, passou pelos Pirineus, pois pretendia pintá-los. Pareciam plácidos, porém, pesaroso, percebeu penhascos pedregosos, preferindo pintá-los parcialmente, pois perigosas pedras pareciam precipitar-se, principalmente pelo Pico, porque pastores passavam pelas picadas para pedirem pousada, provocando provavelmente pequenas perfurações, pois, pelo passo percorriam, permanentemente, possantes potrancas. Pisando Paris, pediu permissão para pintar palácios pomposos, procurando pontos pitorescos, pois, para pintar pobreza, precisaria percorrer pontos perigosos, pestilentos, perniciosos, preferindo Paulo Pinto precaver-se. Profunda privação passou Paulo Pinto. Pensava poder prosseguir pintando, porém, pretas previsões passavam pelo pensamento, provocando profundos pesares, principalmente por pretender partir prontamente para Portugal. Povo previdente! Pensava Paulo Pinto...

O Ari é um dos caras que mais e melhor acompanham o os movimentos do Rádio em Curitiba, ele mantém um  blog e publicou: http://underbergcomcoca.blogspot.com/2009/10/direto-do-frio-para-o-coracao-do-rio.html...