novembro 2010

“Beijo pouco, falo menos ainda.

Mas invento palavras Que traduzem a ternura mais funda E mais cotidiana.

Inventei, por exemplo, o verbo teadorar.

Intransitivo: Teadoro, Teodora”

Manuel Bandeira